top of page
  • Foto do escritorAisha Raquel Ali

O que passado, presente e futuro tem a ver com depressão, estresse e ansiedade?


Sabemos que a nossa saúde mental vai determinar nossos pensamentos, sentimentos e atitudes, e isso vai afetar diretamente nossos resultados.


No livro "O poder da ação", o autor Ph.D. Paulo Vieira explica que onde colocamos foco ao longo da linha do tempo será decisivo se obteremos resultados bons ou ruins.


Na depressão, a pessoa está com o foco dos seus pensamentos no passado, cerca de 80% do seu tempo está em acessar lembranças que já aconteceram.


Importante dizer que as lembranças do passado não representam a verdade do fato, mas sim a sua percepção com a maturidade que tinha na época do ocorrido.


A inteligência foco temporal de uma pessoa em depressão é 80% no passado, 10% no presente e 10% no futuro.


Já o estresse vai acontecer quando o foco da pessoa está 85% no presente, executando várias atividades momentâneas, acessando apenas 5% do passado e apenas 10% do futuro, tendo pouca energia destinada à visão de futuro.


A pessoa com ansiedade está com o foco de 60% no futuro, 30% no passado e 10% no presente.


Com a consciência de que podemos sim comandar e decidir nossos pensamentos e agora cientes de que modelos foco temporal anteriores apresentados anunciam danos severos para a nossa saúde mental, veja o modelo de sucesso: para o nosso passado, precisamos destinar 10% do nosso tempo, trazendo memórias boas e as que geram aprendizados; nosso presente precisa estar com 60% do nosso tempo, desfrutando o que estamos fazendo, estando entregue inteiramente à atividade que está sendo realizada; e para o futuro, 30% gerando a visão de futuro, do que almejamos e criando uma imagem clara em nossa mente.


Aproveite esse conteúdo e destine seu tempo de maneira adequada para que você possa viver o melhor da vida.

21 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page