top of page
  • Foto do escritorAisha Raquel Ali

Saúde e Bem-estar



Nós estamos cada vez mais em busca de práticas e hábitos saudáveis que melhorem a nossa qualidade de vida, priorizando nosso bem-estar e consequentemente buscando técnicas que relaxem nosso corpo e nossa mente. Na área da saúde, temos abordado bastante o bem-estar como uma prioridade. Saúde e bem-estar é um tema bastante complexo e que merecem uma atenção especial, pois apresentam relação direta com a qualidade de vida das pessoas.


Vivemos em um mundo acelerado, onde todos estão em busca do seu lugar ao sol e trabalham incessantemente para isso. Como então encontrar tempo e equilíbrio, para voltar o olhar para nossa saúde e bem-estar com mais atenção?


Primeiro entendendo melhor o que é saúde. Para muitos, saúde é a ausência de doenças. Gozar de saúde significa não padecer de enfermidades no corpo físico. Pode parecer óbvio dizer que uma pessoa é saudável quando não está doente. Não é uma visão totalmente errada, mas o conceito de saúde é mais amplo. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social. E não somente ausência de afecções e enfermidades. É estar em harmonia consigo mesmo e com o meio em que vive.


A saúde é considerada o equilíbrio existente dentro de uma pessoa, é o alinhamento entre corpo, mente e espírito, o que chamamos de qualidade de vida. É estar próximo de quem se ama, é conseguir realizar seus sonhos, é ter acessos com dignidade, está relacionado com a experiência de vida de cada indivíduo no aspecto físico, mental e social.


Saúde e bem-estar são dois conceitos distintos que merecem atenção, pois estão relacionados com a ausência de doenças e com a satisfação com a vida. Andam de mãos dadas e um depende do outro.


Estão relacionados com a capacidade de o indivíduo suprir suas necessidades e satisfazer-se com a vida. A saúde refere-se ao bem-estar e por sua vez, para se ter saúde, deve-se viver o estado mais completo de bem-estar físico, mental e social. Quando cuidamos da nossa saúde e bem-estar, podemos desfrutar de uma vida mais plena, com mais tranquilidade, com mais disposição para as atividades diárias, maior produtividade e menos riscos de desenvolver doenças. Com rotinas cada vez mais cheias e apressadas, acabamos não reservando o tempo necessário para cuidar da saúde do nosso corpo e mente. Não conseguimos identificar os sinais que o corpo dá de que está no limite de uma exaustão, de uma mente super agitada e cansada. Essa realidade tem deixado as pessoas cada vez mais estressadas e ansiosas, gerando impactos negativos tanto à mente quanto ao corpo e isso reflete no âmbito social, familiar, relacionamentos e profissional.


                Portanto, mudar de atitude é fundamental para não sobrecarregar nosso corpo e mente, garantir longevidade, prevenindo diversas doenças. Quando falamos em bem-estar, existe um termo que tem sido bastante utilizado o autocuidado, como sinônimo de cuidado a si próprio e com objetivo de oferecer reflexões sobre qualidade de vida. O objetivo da prática do autocuidado é preservar a saúde mental e com isso melhorar a vivência diária, administrar as emoções, aproveitar as oportunidades. Mas como colocar isso em prática?


Não existe fórmula mágica, mas um caminho é voltar olhar para si, observar e escolher ações em prol de suas próprias necessidades. Eis, o princípio fundamental do autocuidado: revisão do estilo de vida e você no centro de qualquer mudança. Incluir hábitos que te tragam paz e leveza. Outro ponto importante é exercitar a gratidão. A gratidão causa emoções e sentimentos positivos. Há uma explicação científica, agradecer ativa o sistema límbico, responsável por regular as emoções. Logo, a gratidão modifica estruturas neurais no cérebro. Experenciamos felicidade, satisfação e contentamento ao longo dos dias. Além disso, apreciar as coisas boas da vida com regularidade estimula a produção de hormônios “bons”, os quais trabalham para regular o sistema imunológico.


                Cuidar de nós mesmas, pode parecer algo óbvio, mas é bastante desafiador.

Quero trazer essa reflexão sem sofrimento, sem neura e sem pressa, mas aos poucos você se olhar com mais carinho e gentileza. Seja o seu maior projeto. Reconstrua-se sempre que for preciso, recomece sempre que julgar necessário, não se deixe pra depois.


Mude hábitos, crie uma rotina relaxante para promover seu bem-estar e melhorar sua saúde. Pare, respire, exercícios respiratórios são essenciais para uma vida saudável.


Beba água, todos nós sabemos da importância da água no nosso organismo.


Durma bem, esse é um fator imprescindível para ter mais saúde. E quando falo de sono, me refiro tanto à qualidade como à quantidade. É importante dormir bem na quantidade de horas recomendada. Existem processos cerebrais que só acorrem durante o sono, como a organização das memórias e liberação de alguns hormônios. E para que isso ocorra de forma adequada, você precisa dar ao seu corpo um tempo suficiente de sono.


Faça exercícios, não é segredo que manter o corpo em movimento é algo que pode gerar enormes benefícios.


 Inclua as massagens na sua rotina, elas favorecem uma maior sensação de bem-estar e satisfação, pela liberação dos chamados “hormônios do prazer e da felicidade”, como a endorfina e a serotonina, funcionando como aliados na prevenção e controle de diversas doenças, como ansiedade, diminuindo o cortisol, que é o hormônio do estresse e favorecendo a capacidade de concentração.


Alimentar-se bem também tem um papel fundamental. Nossos hábitos alimentares refletem diretamente em nossa saúde. E aqui não estou falando em dietas severas e cheias de restrições, mas sim em procurar manter um equilíbrio nas escolhas.


Tenha um tempo de lazer, mesmo que o dia seja muito corrido, tirar um tempo para si é importante. Seu momento de relaxamento, vai depender do tipo de atividade que provoca essa sensação em você, te acalmando e gerando prazer. Desde um filme, ir a manicure, ler um livro, ouvir a playlist favorita, fazer uma massagem, praticar yoga, um momento só seu.


Cuide bem dos seus relacionamentos, não se deixe afligir por relações ruins, transforme-as em relações boas ou livre-se delas. Manter uma relação saudável com familiares e amigos, é muito importante. Especialmente para a saúde mental, porque é aí que conseguimos suporte e motivação para os desafios da vida.


Você é importante, valorize-se. Focar nas suas necessidades, validar suas conquistas, reconhecer que todos temos qualidades e defeitos, é um exercício de evolução e o resultado é a autorrealização.


Manter um acompanhamento médico regular é outro ponto fundamental, prevenindo doenças e adquirindo mais qualidade de vida. Algumas doenças tem sua evolução silenciosa e que somente a avaliação médica e exames específicos são capazes de identificar e permitir o tratamento.


Não tenha vergonha em pedir ajuda, aliás pedir ajuda é uma demonstração de coragem e força, não de fraqueza. Reconhecer que não está tudo bem faz parte do processo de cura e abre a porta para encontrar uma solução válida. Reconhecer os próprios limites exige maturidade e coragem. Não tenha medo de conversar com alguém quando sua saúde mental e bem-estar estiverem prejudicados. Afinal, todos temos problemas.


Use filtro solar, previne danos na pele causados pelos raios UV, agentes oxidativos, poluentes, ressecamento, oleosidade excessiva, manchas e doenças de pele. Previne contra o envelhecimento precoce da pele, melhora a hidratação e eleva a autoestima.


Existem valores inegociáveis, que é o comprometimento com você. Comece com o que for possível, um passo de cada vez em direção ao seu bem-estar e sua saúde. Faça algo por você, você merece!

1 visualização0 comentário
bottom of page