top of page
  • Foto do escritorAisha Raquel Ali

Laser para tratar menopausa: Monalisa Touch

Sem contraindicação, nova técnica surge como alternativa aos riscos da terapia hormonal


Depois de ser lançado na Europa, o Monalisa Touch chega ao Brasil como um tratamento inovador para restaurar a funcionalidade vaginal na menopausa, uma condição que afeta cerca de 13,5 milhões de brasileiras, segundo o IBGE. Desenvolvido pela empresa italiana Deka, líder em tecnologia de laser nas áreas médica e odontológica, o Monalisa Touch (V2LR) utiliza um laser de CO2 fracionado (Smartxide 2) para recuperar a elasticidade, espessura e umidade da vagina, aliviando os sintomas da atrofia vaginal.


Dúvidas sobre o Monalisa Touch (laser para menopausa)


Dra. Girlani Barros- Ginecologista da Renewmed


  1. A partir de que idade a paciente pode utilizar o Monalisa Touch?A partir do momento em que sentir os sintomas da atrofia vaginal, da menopausa. Antes, porém, são necessárias avaliação e indicação do ginecologista.

  2. Como é a aplicação, pode doer?Não dura mais que 15 minutos e é feita no consultório do ginecologista. É indolor, mas pode ser usado um anestésico tópico caso a paciente prefira. A aplicação causa apenas uma leve sensação de calor.

  3. Em média, quantas sessões são necessárias?De 1 a 3 sessões, dependendo de cada caso.

  4. Como é o pós-aplicação?A paciente deve evitar relações sexuais por 15 dias.

  5. Quem não pode fazer?Mulheres grávidas, com doenças contagiosas (DSTs, HPV), alterações na citologia do último Papanicolau, inflamações da vulva ou doenças relacionadas à coagulação sanguínea.

  6. Foi aprovado pela Anvisa?Sim, o equipamento já tem seu uso legalizado no Brasil.

  7. Onde as pessoas encontram o tratamento?No Rio de Janeiro, a Renewmed é uma das clínicas que oferece essa tecnologia avançada.


Monalisa Touch: Substituto ao tratamento hormonal


A atrofia vaginal, causada pela queda do nível de estrógeno, faz com que a mucosa da vagina fique mais fina e com pouca lubrificação, tornando a atividade sexual insatisfatória. Este problema afeta mais de 40% das mulheres no climatério, mas apenas 25% delas relatam os sintomas aos ginecologistas, segundo a Sociedade Norte-Americana de Menopausa.


Dra. Girlani Barros explica:


"O método substitui os tradicionais tratamentos com hormônios e devolve qualidade de vida e autoestima às mulheres, restaurando a fisiologia da vagina. Além disso, o laser proporciona clareamento e rejuvenescimento do tecido vaginal, sendo estas melhorias estéticas uma consequência do procedimento."


O Monalisa Touch não só estimula a produção de colágeno, devolvendo espessura à pele por meio da multiplicação celular, como também melhora a frouxidão na parede vaginal. Indiretamente, reduz o ressecamento vaginal ao aumentar a atividade dos fibroblastos, melhorando a vascularização e o nível de hidratação da mucosa.


Importância do tratamento


A sexualidade após a menopausa é considerada um problema para 4 em cada 10 mulheres, de acordo com uma pesquisa com mais de 4 mil casais liderada pela DEKA. Mais de 50% das entrevistadas não relatam suas queixas aos parceiros, e quando o fazem, é com muita dificuldade.


"Infelizmente, a atrofia vaginal é subestimada e um tabu que pode trazer sofrimento. É importante que as mulheres procurem ajuda médica e conheçam as opções de tratamento. O Monalisa Touch é uma solução eficaz, exigindo apenas aplicações anuais, diferente da terapia hormonal contínua," esclarece a Dra. Girlani Barros.


Além disso, o aumento da incidência de câncer em mulheres jovens impede o uso de hormônios para tratar a atrofia vaginal. "O Monalisa Touch já é usado com sucesso nesses casos," conclui a Dra. Girlani Barros.


Benefícios do Monalisa Touch


Sem incisão e indolor, o Monalisa Touch utiliza um laser de CO2 fracionado de alta penetração. Indicado após avaliação médica e aplicado pelo ginecologista, o tratamento geralmente inclui de 2 a 3 sessões anuais. Após a aplicação, recomenda-se evitar atividade sexual por apenas 10 dias.

2 visualizações0 comentário

Σχόλια


bottom of page