top of page
  • Foto do escritorAisha Raquel Ali

Festival vai celebrar a cultura afro-brasileira em São Gonçalo em novembro

Evento gratuito será realizado durante dois dias no Teatro Municipal da cidade

A frase "Trançar é Esperançar", que resume uma das maneiras mais criativas de se fazer arte, é também o nome do festival gratuito que vai mobilizar São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, no mês da Consciência Negra. O evento - organizado por várias entidades sociais - será realizado nos dias 6 e 7 de novembro, das 10h às 21h, no Teatro Municipal da cidade, com muitas atividades que vão reunir história, beleza e cultura afro-brasileira.


"Esse evento será de grande relevância para a valorização dos negros e negras gonçalenses. Uma oportunidade de dar luz ao protagonismo de ativistas femininas que se dedicam para fazer da nossa cidade um lugar melhor para todas e todos", comentou Letícia da Hora, diretora-presidente da Associação Mulheres da Parada e idealizadora do festival.

A abertura contará com apresentações artísticas especiais, como Grupo Selma, Escola de Samba Porto da Pedra, Kid Black e a grafiteira Nabru. Na sequência, haverá seminários, workshops, palestras, rodas de conversa, feira de empreendedorismo negro, tranças gratuitas para o público, desfile e concurso de tranças e muita música black.


As atividades serão conduzidas por profissionais considerados referências nos respectivos assuntos, como o Príncipe das Tranças, Jheny Conceição, Erica Guarnieri, entre outros.


Além da Associação Mulheres da Parada, o festival é uma realização da ONG Afrotribo, Institutos Karanba, Abraço do Tigre e Coletivo Mina Crespa e Instituto JCA, todas as instituições que militam pela igualdade racial e realizam trabalhos sociais que promovem qualificação profissional e o empreendedorismo.


O Teatro Municipal de São Gonçalo fica na Avenida Feliciano Sodré 100, Centro, ao lado da antiga sede da Prefeitura.

4 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page