top of page
  • Foto do escritorAisha Raquel Ali

Dia de Luta da Pessoa com Deficiência: Marcelo Cunha inaugura exposição no Palácio Tiradentes


Em celebração ao Dia de Luta da Pessoa com Deficiência, o Palácio Tiradentes, sede histórica da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), inaugura no dia 21/09, às 13h, a exposição "Homens do campo e outros", de Marcelo Cunha. O artista, que é membro da Associação dos Pintores com a Boca e os Pés (APBP), fará uma demonstração de sua técnica para o público nas escadarias do palácio. Durante a abertura, ele concluirá a pintura de um quadro que retrata o edifício histórico.


A mostra ficará em cartaz até o dia 04 de outubro e reúne 29 obras do desenhista artístico e publicitário, que ficou tetraplégico após um acidente enquanto mergulhava em uma cachoeira, em 1991. A nova alternativa de produzir arte, pintando com a boca, além de se tornar a sua profissão, permitiu que retomasse a realização dos seus sonhos. “Em cada conquista alcancei um nível de liberdade que não imaginava que fosse possível, produzindo arte e eternizando momentos com muita felicidade”, relata.


Abrir as portas do Palácio Tiradentes para essa exposição é também abrir um diálogo sobre inclusão. Além de apresentar belas obras de arte, Marcelo Cunha nos faz refletir sobre a importância de se engajar na luta da pessoa com deficiência. Dentro do Parlamento fluminense, a casa do povo, o tema ganha um peso ainda maior - comenta Fernanda Figueiredo, Diretora de Cultura da Alerj.


A exposição, uma iniciativa da Diretoria de Cultura da Casa, poderá ser vista até 04 de outubro, das 10h às 17h. A entrada é gratuita.


Sobre o artista


Além de artista plástico, Marcelo Cunha é escritor, desenhista, palestrante e graduado em Publicidade e Propaganda. Com a realização da sua primeira exposição, em 1997, ele iniciou a caminhada para obter o reconhecimento artístico. O estilo impressionista foi desenvolvido por ele a partir de 2003 e aprimorado ao longo das novas execuções.


Em 2004, ingressou como bolsista na APBP (Associação dos Pintores com a Boca e os Pés).


Sua primeira exposição internacional foi realizada no Chile (2001). Depois, suas obras foram vistas em Buenos Aires (2009), Áustria (2013) e Espanha (2017). Muitas delas foram reproduzidas em cartões e calendários e vendidas mundialmente. Em 2011, foi promovido a Membro Associado da APBP.


A produção das primeiras telas da mostra ‘Homens do Campo’ teve início em 1998, ao pintar seus primeiros canaviais, bem como outras colheitas. Quanto aos “outros”, se dá pela variedade de temáticas que Marcelo explorou pontualmente ao participar das exposições coletivas. Assim, Homens do Campo e Outros nos faz viajar em um olhar imerso na riqueza dos detalhes, da luz e contrastes de notável primor artístico de cada obra.


Serviço:


Exposição "Homens do Campo e outros"


Palácio Tiradentes. Rua Primeiro de Março, s/n, Praça XV. Centro.


Segunda a sexta-feira, das 10h às 17h. Em cartaz de 21 de setembro a 04 de outubro.


Acesso para cadeirantes pela Rua Dom Manuel, s/n, atrás do Palácio. Grátis.

1 visualização0 comentário

Comentarios


bottom of page