top of page
  • Foto do escritorAisha Raquel Ali

"Como Música para os Ouvidos", de Isa Colli, emociona leitores na Bienal do Rio


A Bienal do Livro do Rio de Janeiro, um dos eventos literários mais aguardados do Brasil, foi palco de um lançamento marcante este ano: o livro "Como Música para os Ouvidos", da renomada autora Isa Colli. A obra, que aborda a emocionante história de inclusão de um garotinho autista em uma escola, encantou o público do evento, proporcionando reflexões profundas sobre a importância da diversidade e da educação inclusiva em nossa sociedade.

Isa Colli, já conhecida por suas narrativas sensíveis e ecológicas, mais uma vez conquistou o coração dos leitores com sua escrita cativante e envolvente.

O livro conta a história de Nicolas, um garoto autista que enfrenta desafios importantes ao ingressar em uma escola regular. A narrativa destaca a jornada do protagonista, sua família e os professores que o apoiam, demonstrando que a inclusão é possível quando há amor, compreensão e dedicação.

Uma das características mais marcantes da obra é a capacidade da autora de transmitir, de forma delicada e autêntica, as experiências do menino Nicolas, permitindo que os leitores compreendam as complexidades do autismo e as emoções do garoto.

Além disso, "Como Música para os Ouvidos" oferece uma visão valiosa sobre o papel dos educadores na inclusão de alunos com deficiência. Os atores que cercam Nicolas são apresentados como modelos positivos de professores que se esforçam para criar um ambiente escolar inclusivo e acolhedor.

Durante o lançamento na Bienal, Isa Colli também teve a oportunidade de se conectar com pais de crianças autistas e profissionais da área da educação, compartilhando histórias e experiências enriquecedoras. O livro serviu como uma ferramenta de sensibilização e inspiração, estimulando conversas importantes sobre como melhorar a educação e a inclusão de crianças com autismo em nossa sociedade.

A repercussão de "Como Música para os Ouvidos" vai além das fronteiras da Bienal. A obra tem recebido elogios calorosos de leitores e críticos, destacando sua mensagem poderosa sobre inclusão, empatia e respeito às diferenças. Isa Colli, com sua narrativa tocante e seu compromisso com causas sociais, continua sendo uma voz importante na literatura brasileira contemporânea.

Muitos leitores aproveitaram a presença da autora para que ela autografasse outros títulos importantes que tratam de inclusão e estavam à venda na Bienal, como "A Cadeira de Nayara", abordando a inclusão de uma cadeirante, e "A Árvore Dourada", que trata da inclusão de um garotinho míope.

Os livros de Isa são facilmente encontrados na loja da Colli Books Editora, na Amazon e diversos Marketplaces.

2 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page