top of page
  • Foto do escritorAisha Raquel Ali

Amamentação reduz o risco para câncer de mama


Você sabia que existe uma forma de prevenir o câncer de mama, pouco informada às mulheres e reconhecida pela Ciência? É a amamentação!


O estudo Amamentação na prevenção do câncer de mama: revisão de literatura fez a revisão de literatura de 11 artigos publicados sobre o tema entre 2002 e 2020, afirma:


“(...) Os estudos relataram que, em média, 30,00% das lactantes entrevistadas informaram não terem sido orientadas sobre o efeito protetor da amamentação contra o carcinoma mamário, sendo este dado mais satisfatório do que encontrado por grupos de pesquisadores de outros países (SOUZA JCA, et al., 2019).”


Como a amamentação reduz o câncer de mama


Segundo o estudo, o benefício da amamentação na redução do câncer de mama é relacionado a menor produção dos hormônios estrogênio e progesterona:


“(...) é consenso que alguns carcinomas mamários possuem receptores para estrogênio e progesterona. Assim, quando a criança realiza sucção da mama, há estimulação do aumento da produção de prolactina que, por meio de sua atuação no hipotálamo, reduz a pulsatilidade desses hormônios(JELLY P e CHOUDHARY S, 2019).”


Índices de amamentação


Segundo o Conselho Nacional de Saúde, do Ministério da Saúde:


“Atualmente, a amamentação exclusiva chega aos 46%. Percentual próximo aos 50% que a OMS estipulou como meta a ser atingida pelos países até 2025. Além disso, seis em cada dez (60%) crianças são amamentadas até completar 2 anos de idade.”


Diante dos nossos índices de amamentação, mercado de trabalho e importância dela para a saúde da mulher, se torna cada vez mais urgente difundir a informação da redução do risco de câncer pela amamentação e assim melhorarmos a saúde da população.


2 visualizações0 comentário

留言


bottom of page